quinta-feira, junho 30

blogue... ando

Partilhar

Vários amigos e amigas que publicavam os seus blogues com uma certa regularidade, eu incluído, adiaram para calendas gregas ou esqueceram os seus cantos à deriva pelo espaço sideral blogueiro. Depois de anos a publicar textos, imagens, crónicas maçadoras, ideias e experiências de vida neste mofado gabinete, dá uma certa nostalgia e comichão nos neurónios pensar sequer na possibilidade de encerrar de vez o casebre. Já percebi que os tempos mudaram! Os blogues já não são mais o canal de comunicação da Internet. Insistir neles é ficar preso a algo que já está ultrapassado? Talvez, não sei! Agora o que está a dar são redes da nova geração, o Facebook e o tal do Twitter. Mas não me apetece, não me atraem e não os tenho pelo beicinho. Podem-me chamar de antiquado, de séptico (sim com s) que continuarei a escrever o que penso, para quem quiser ler, neste sítio de má fama. Não só por teimosia mas por necessidade pessoal, não tenho actualizado e visitado os meus blogóticos companheiros de route com a mesma frequência por mera falta de disponibilidade e não ter um computador a tempo inteiro. Acompanho e gosto dos blogues que resistem à mudança. Acho que no blogue sempre se pode elaborar um pouco mais as ideias. O Twitter é com um chocho, aquele beijo dado a torto e a direito nas festas da adolescência, rápido e fugaz. Já o Facebook parece-se mais com os namoricos que tinha nas férias de verão. Compartilha-se de tudo, banalidades, fotos, joguinhos, amigos e até familiares. Mas nada muito intenso nem próprio. O blogue é um pouco mais pessoal, elaborado, independente de ser uma publicação curta ou longa, séria ou cheia de humor, tosca ou poética, é uma duradoura diarreia mental.




(foto de uma t-shirt comprada no Sudoeste do ano passado)

E agora que está terminado o texto e actualizado o moquifo, bora lá devolver o portátil ao filhote que ele tem os amigos do faicebuque à espera!

7 comentários:

Nanda disse...

Paulo, nem penses em deixar de escrever no teu blogue.
Bem sabes que a razão que me traz a trabalhar com o computador é lêr as tuas composições.
Muitos beijinhos.

Gi disse...

Tinha que cá vir. :)
Eu, realmente, tenho os blogues ao abandono e, cada vez mais, gosto do Facebook.
Ño Facebook posso fazer exactamente o que faço no blogue e lá só estão m-e-s-m-o amigos, ao passo que o blogue todos o lêem. :)

paulofski disse...

Ele há coisas! E eu que nem sabia ser hoje comemorado o Dia Mundial das Redes Sociais!!! Valha-me nosso senhor Google...

Óh mãe, por ti eu componho todos os textos do mundo. Beijinhos.

Sabes Gi, o FB já me safou de constrangimentos e proporcionou felizes reencontros, mas mesmo assim tenho vários motivos para não perder lá muito tempo, sei lá, talvez por não ter acesso a ele pelo computador do gabinete (sou dependente de pc's alheios)! Mas foi um prazer reler-te. Beijo.

Teté disse...

Se tu és antiquado, somos dois! ;)

E sim, hoje é o Dia Mundial das Redes Sociais, pensei que o texto viesse a propósito disso. :)))

Bom, chega a esta altura do ano e prái até Setembro/Outubro a comunicação blogosférica reduz drasticamente: são as férias, uma vida mais ao ar livre, depois a preguiça em retomar (esta não é de todos), por vezes alterações de planos, novas decisões que acarretam perda de tempo disponível e por aí adiante.

Claro que além disso há o tal de feissebuke - que tenho e onde passo diariamente - twitter e outros que tais - que esses nem tenho. E a pergunta é a comunicação é igual num e noutro? e a resposta só pode ser uma - Não!

É evidente que alguns bloguistas desistiram, porque para fazer citações alheias, o FB serve perfeitamente, e o feedback é mais rápido. Mas para quem gosta de escrever, partilhar ideias, experiências ou até brincadeiras, é a tal comparação de um namorico de Verão com uma relação verdadeiramente assumida! Ou seja, não tem comparação! :D

Ainda não fui de férias (aliás ainda não sei quando serão), certamente que nessa altura pouco ou nada blogarei (dependendo de vários factores), mas que volto, está decidido... Mas não seremos os únicos a voltar, felizmente! :)))

Kok disse...

E não é que partilho da mesma ideia?
É verdade que "abri" 1 "feicebuk" mas raramente lá poiso! Sou mais de blog ainda que a minha assiduidade não seja constante mas isso...

Com as inovações, cada vez mais frequentes, é natural que sejam ultrapassadas as menos modernas ainda que sejam actuais; mas no final quando é feito o balanço, "há fregueses para todos os cafés"!

Eu vou continuar por aqui (e por ali), enquanto a minha imaginaçõn estiver activa!

Akele abraço, pah!

Rui da Bica disse...

Pois é paulofski ! Os alertas são de peso ! Não PODES abandonar o Blog !
Falando por mim, sei bem as "transformações por que passei" e o bem que me fizeram ! Sinto-me outro, nestes quase 2 anos !
Não sei se poderia passar sem o Blog, mesmo tendo conta no faceboock ! Nada que se pareça ! :(((
Por favor pensa nisso !
.

Nanny disse...

Não consigo concordar mais contigo... aquela coisa do Freicebuc (eu chamo-lhe assim) não me tenta, não me puxa... sei lá!

:D