terça-feira, maio 24

um roteiro de bicicletas pelos caminhos de Portugal

Partilhar


Uma boa notícia para todos os amantes das pedaladas, cicloturistas, bêtêtistas, enfim, ciclistas... Portugal terá um roteiro para circulação de bicicletas. Este é o objectivo de Paulo Guerra dos Santos, que depois de em 2010 ter percorrido 4500 quilómetros pelo país, saiu este domingo da Torre de Belém a pedalar pelos caminhos de Portugal e a promover a mobilidade ciclável.

O projecto “Ecovias de Portugal” pretende sinalizar, em mapa e em GPS, as vias de reduzido tráfego automóvel ou só para bicicletas, onde se pode pedalar em segurança, e incorporar informações úteis, como números de emergência, oficinas de bicicleta e pontos de interesse turístico ou onde comer e dormir.

O percurso inicial, até Monsaraz, será a Ecovia nº 1. "Vou pedalar cerca de 200 quilómetros em seis dias, com paragens em Vila Franca de Xira, Coruche, Mora, Arraiolos e Évora. Por dia farei cerca de 30 quilómetros, está ao alcance de qualquer um", disse o Paulo. Já tem reuniões marcadas com as autarquias por onde passará e com clubes de BTT, dos quais espera receber contributos sobre os melhores percursos. O objectivo é abranger todo o País em dois anos. "O roteiro vai ser positivo para as regiões porque agregará a oferta turística que está dispersa". "Na última década, houve uma explosão do BTT e do cicloturismo e se houver informação sobre os melhores caminhos mais pessoas vão aderir. Os tempos de crise também fazem as pessoas reequacionar o que gastam em transporte e a bicicleta é um meio económico, faz bem à saúde e fica a conhecer-se muito melhor os sítios por onde se passa", diz este apaixonado das duas rodas, professor e Mestre em Vias de Comunicação de 28 anos que usa sempre a bicicleta para se deslocar em Lisboa, até mesmo quando vai sair à noite.

Para avançar com o projecto, Paulo Guerra dos Santos teve de recorrer a patrocínios. A viagem até Monsaraz pode ser acompanhada no site http://www.ecovias.pt.vu/ ou no Facebook, em "Ecovias de Portugal".

Fonte: CM

3 comentários:

Teté disse...

Por acaso no Domingo vi uma série de ciclistas. De fim de semana é certo, mas aproveitaram o bom tempo para passear de bicicleta junto ao rio, no que deve ser um passeio agradável, embora estivesse uma grande caloraça. E depois sentavam-se na esplanada a comer um gelado ou a beber umas bebidas frescas, antes de iniciarem o caminho de volta...

Mesmo com as dificuldades todas dos últimos tempos, os portugueses saem à rua e divertem-se como podem em passeios domingueiros, sem gastar muito dinheiro. E isso já me parece uma vantagem... :)

Rui da Bica disse...

É curioso que ultimamente se têm visto novas ciclovias por estes lados. Parece que finalmente começa a haver a noção que havia um falhanço neste capítulo !
Ainda bem !
.

Kok disse...

E há tantos locais onde é possível sem grandes investimentos implantar esses "caminhos".
É somente uma questão de vontade...

Akele abraço pah!