terça-feira, fevereiro 3

e não é que é!...

Partilhar

Uma vida sobre rodas, sempre numa roda viva!


17 comentários:

Vekiki disse...

:) Yes it is!

ines disse...

Conhecia outros "quadros" com a mesma história! Excelente

mjf disse...

Olá!
Uma vida...sobre rodas ;=))

Beijocas

DANTE disse...

A malta queixa-se não sei para quê. Afinal corre tudo sobre rodas. LOL

Um abraço

Sunshine disse...

Uma vida sempre a rodar !!!

Bom dia :)

Bjs

Si disse...

E os pneus que entretando se furam e temos que mudar, senão não conseguimos voltar a rodar?
E as derrapagens que às vezes temos, porque os pneus estão carecas de tanto rodar??
E os calços de travões que temos que substituir para podermos ter forças e capacidade para travar aquela descida vertiginosa??
E quando vamos em roda livre e há aquele energúmeno que nos põe pregos na estrada para ganhar a nossa corrida??
Grandes reflexões que este post traz!!!

P.S. Para o último caso, e dada a minha incapacidade absoluta de lidar pacificamente com energúmenos, fica a sugestão de um atropelamentozito (e) fuga(z).....

Gi disse...

Até dizem que circular é viver!

Falta aqui a pedra circular, rapaz!

Sara disse...

A vida é um ciclo e, no Tarôt, representa-se esse ciclo através de um arcano conhecido como Roda da Fortuna, que simboliza o destino que se cumpre, o inesperado, golpes do destino...e a vida assim se move, para cima e para beixo. A atitude mais certa para que a vida role sem reboliços? Estar bem no centro!

LeniB disse...

Sempre em movimento!!!
bjs

Vap disse...

E, em tempos houve, os filhos da roda.
Tempos em que a roda começava bem mais cedo, naqueles casos de filhos indesejados que eram colocados na Roda dos conventos para quem os quisesse ir lá buscar.
Ainda cheguei a ver isso escrito em algmas certidões de nascimento.

Gata Verde disse...

Adorei! Nunca tinha pensado na vida sobre rodas!!

Beijocas

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Vendo assim de repente até parecefácil, mas depois, reflectindo, constatamso que faltam os acidentes de percurso. uns são bons... os outros não!

Inês Brito disse...

Gosto especialmente do penúltimo estado :P

Ah e falta um..do indivuduo no caixão dentro da carrinha da funerária...

Bj,
(i)

Kok disse...

Ao ver estas imagens, mas sobretudo o seu simbolismo, ocorre-me um bom pensamento mas que simultâneamente me deixa angustiado: ainda bem que inventaram a roda! Ufa!
Akele abraço, pah!

Paula Crespo disse...

Ou porque circular é viver... ;)
Bjs

paulofski disse...

É sempre a rodar e a história repete-se, a malta queixa-se de ter que trocar os pneus que furam, queixa-se das derrapagens bruscas, das pedras no caminho e por vezes ter que inverter a marcha não é tão mau quanto isso, mas sempre a circular, sempre em movimento, onde parar pode significar morrer! A vida é como um rolamento, bem oleado a princípio, desgastado ao longo da sua rodagem constante que vai emperrando até gripar. Por enquanto estou na fase 5 com alucinações periódicas da fase 3.

E roda o palco!

Yes it is! Os vossos coments foram um must. Thanks!

:)

Pedro Barata disse...

Engraçada e interessante a figura... Sempre sobre rodas, efectivamente.