quarta-feira, novembro 5

números gordos

Partilhar



Porque razão apenas gostamos de comemorar alguns acontecimentos, alguma efeméride, de um facto assinalável, uma data, só quando se chega ao centésimo, ao milésimo, e assim por diante? A importância e a relevância que é dada à coisa, acto ou facto, só se verifica em certas alturas! Porque não comemorar também a vigésima terceira vez de qualquer coisa quando se chega lá? Por norma são sempre assinalados os números gordos, os pares, redondos! Coitados dos números impares que não têm direito a comemorações, só mesmo se associados a superstições, o 7 da sorte e o 13 do azar! Deixa-me intrigado quando alguém assinala que se atingiu a contagem dos 5000, não sei do quê, e não se releva o feito de já se ter alcançado o número 4999, tão importante como outro qualquer? E se por acaso a contagem ficar por ali, terminar a unzinho do tal número redondo, a comemoração fica assim no esquecimento, por assinalar? De facto é estranha a necessidade que se tem em dar tanta importância a determinadas coisas só pode ser alcançada através da contagem, as bodas de ouro pelos 50 anos de casamento, ou o disco de platina pelos 20 mil cêdês vendidos, e vaiar o treinador pelos 3 jogos seguidos sem o meu clube de futebol ganhar…


Viva o poste nº 237, e para já não há mais celebrações aqui no gabinete!



“A informação que temos não é a que desejamos. A informação que desejamos não é a que precisamos. A informação que precisamos não está disponível.”

John Peers


11 comentários:

Patti disse...

Eu não gosto de números pares. Irrita-me o certinho-certinho.
Por isso, viva o teu post 237!
VIVA!

Ka disse...

lá, ó faxabôre...


Muitos parabéns ao post 237!!!

E agora venha mas é de lá o 238 :P

Beijinhossss

Pedro Barata disse...

E viva o teu post 237, claro!

Abraço

PS - Será hoje? ;)

Gi disse...

Eu gosto imenso de números pares, mas festejo tudo o que termine em 31 ou em 13, vá-se lá saber porquê!

paulofski disse...

Biba... e bibó puerto também!

paulofski disse...

O 238 tá quaise, quaise...

paulofski disse...

É mais amanhã, um por dia já é muita bom!

Rafeiro Perfumado disse...

Vem a meus braços, meu filho, finalmente encontro alguém que segue a minha filosofia de vida! Anda, dá cá 3 abraços!

paulofski disse...

E quando é uma capicua é que são giros!

paulofski disse...

Três ou quatro, quantos quiseres!

mariam disse...

Ora viva! viva o post 237!
nunca tinha pensado nisso! dos redondos... mas olhe, agora que falou nisso, sei de uma coisa em quye usam muito mais os outros... a publicidade nos panfletos dos hipermercados, se reparar, o preço dos produtos quase nunca é redondo.. € 299,00 € 197,00 é que o impacto é outro_________ ora veja; € 300,00 € 200,00 ___ rsrs

um abraço
:)
mariam