sexta-feira, outubro 24

aprender

Partilhar



O mais importante é o que se aprende e não o que se ensina, onde é que eu já ouvi isto? Estamos sempre a aprender, não nos devemos cansar de aprender, coisas novas, e mudarmos de opinião mesmo nas preconcebidas. Aprendemos com os mais novos, os mais idealistas e ágeis, os que estão sempre interessados nas novidades, nas actualizações. Aprendemos com os mais velhos a herança das coisas da vida, as suas práticas e experiências, as boas e as más. Observando e recriando, vamos aprendendo a modelar a nossa forma de ser e de estar, vamos sendo cópias de outros à nossa maneira e à nossa escala. Nascemos ignorantes, completamente desformatados para aprender a comer, a andar, a sobreviver. Ainda não sabemos nada, nós o Homem dominador deste mundo estranho é afinal o ser mais ignorante e que tem ainda bastante a aprender, com os próprios erros, aprender a mudar. E aprender é o caminho para se viver melhor.

Entre uma coisa e outra, que tal uma pausa para aprender?


6 comentários:

Patti disse...

A camapnha deste vídeo é magnífica! Adorei.
Quanto ao teu texto, 5 estrelas como é hábito. Só acrescento que não muda de opinião quem não a tem.

Bom fim de semana.

Rafeiro Perfumado disse...

Os tempos do Aristóteles, que dizia que não havia mais saber a descobrir, já lá vão. No entanto, também convem ver em que sentido caminha o conhecimento. Quando falamos de nos conhecermos melhor, o meio que nos rodeia, totalmente de acordo. Agora há caminhos que até a mim me arrepiam, pelas descobertas que se vão fazendo.

Abraço e um excelente FDS!

Ka disse...

lá, ó faxabôre... :P

Como diria W. Churchill:
Eu tenho sempre vontade de aprender, não tenho é sempre votnade de ser ensinado :)

Beijinhosss

joana disse...

O video esta esplendido.
A vida é uma aprendizagem constante.
Beijinhos e bom fim de semana

Pedro Barata disse...

Não faria sentido andarmos cá se soubéssemos tudo.
Bom texto, Paulo. Parabéns.

Bom fds e abraço

mariam disse...

pois... viver e aprender e não ter a veleidade de afirmar "nunca tenho dívidas e raramente me engano"

sorrisos :)