segunda-feira, agosto 25

na aldeia

Partilhar

Ah as férias na "terrinha"! É desligar qualquer instrumento de rotina, é acordar com as galinhas, é ir ao campo regar as couves e esquecer as horas das refeições, é fazer tudo o que se quer com tranquilidade e prazer, é encher plenos os pulmões de ar puro e aromas inesquecíveis, é escutar o silêncio dos pássaros e as palavras sábias de quem tece vergas, é trocar os sapatos pelos pés descalços, sujar a roupa e nas mãos sentir a terra, é rever a família que sempre fica e deixa saudades, é recordar os bons momentos da nossa infância e juventude, é absorver tudo em tão poucos dias do lugar que tem um lugar cativo no meu coração e o poder de me fazer regressar no tempo. E de novo tudo volta a acontecer, em qualquer lugar... no lugar do Castelo.

13 comentários:

D.Antónia Ferreirinha disse...

Pois, a nossa terrinha, tem sempre outro sabor.
O sabor das recordações que lá se viveram e de certa forma viverão.
Beijinho e boa semana.

Patti disse...

Pois, a minha terrinha é mesmo Lisboa e o seu coração: Chiado!

Mas também gosto das terrinhas dos outros e fujo para lá, pelo menos duas vezes ao ano.
Já aqui o disse muitas vezes que sou muito campo.

Antunes Ferreira disse...

LISBOA * PORTUGAL
ferreihenrique@gmail.com


Boas

Passei hoje por aqui para te dizer olá! E ver como vão as coisas. Pelo que vejo, felizmente bem. Repito: gosto deste blogue. Virei cá sempre que puder pois entendo que o mereces – e dá-me prazer.

Espero também que voltes ao meu Travessa do Ferreira (www.travessadoferreira.blogspot.com). Ou que o visites pela primeira vez. Ficarei, podes ter a certeza, muito satisfeito.
Qjs/Abs

Kok disse...

Castelo? Qual Castelo?
Sabes que sou de ao pé da praia, mas também sou do campo. E tal como dizes as férias no campo são mesmo um conjunto de agradáveis cheiros e prazeres.
Resto de bom tempo e lá vai akele abraço, pah!

ps.: acordar com as galinhas..., (eheheh), também gosto!

Paula Crespo disse...

É sempre bom ter uma terrinha para visitar nas férias. Eu tenho a dos meus pais, como muita gente também tem. E é dela que agora te leio e te escrevo. Bem bom, ter estes refúgios...
Bjs e boas férias!

joana disse...

Quem me dera umas ferias assim:)
Espero que aproveites ao maximo.
Beijinho

Gata Verde disse...

Troco a praia por um ambiente destes sem hesitar!

beijos

mjf disse...

Olá!
Pois a " nossa terrinha"é sempre a mais linda...
A minha " terrinha" é Lisboa :=)

Beijocas

Rufino Fino Filho disse...

Pois, na aldeia vivo eu...e gosto! Férias!? O que é isso? Será que são aqueles dias em que nos cansamos mais para ver tudo em pouco tempo e falar com todos sem ter nada para dizer?
Abraço
Rufino

LeniB disse...

Sabe mesmo bem, pelo menos a mim sabe, ir à santa terrinha e recordar a "infância perdida", privilégio só de alguns!!
bjs

mariam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mariam disse...

Olá!
tão bom ler este "post"! obrigada!, já no blog das fotos da Patti me emocionei, é que fui pequenita para Castelo Branco, mas as minhas berças também são na aldeia, olhe, a propósito nestas férias escrevi um singelo poema dedicado à minha aldeia (fantasma), depois publico.

então esse recomeço no trabalho? custoso não é? ainda ando no "relax"...
fiz um pequenino hiato, de dia e meio nestas férias, regressei à "base" e à net, sigo amanhã para Madrid e Saragoça, vou à EXPO (apenas 3 dias), depois Castelo branco, quando voltar em meados de Setembro, vou ler tudinho com calma, agora vim só dar um abraço

e um sorriso :)

mariam

ah! fui eu que apaguei o coment supra... ao fazer o "coppy past" do último § ... fiz asneira...era do coment do blog da "maria", também lá me havia enganado! nabices... rsrs)

FM disse...

Esqueceste-te de falar das variantes pelo aquaparque e pelo aventuraparque... (risos)
Abraço.