quinta-feira, julho 24

indivíduo que tem mais interesse em nós do que nós temos nele.

Partilhar

Quem é que não conhece um? Um não, vários... Chato é aquele tipo de pessoa que nasceu para tirar um cumpridor cidadão do sério. Veio ao mundo só para chatear. E não tem jeito, uma vez chato, é chato para todo o sempre.

Há uma vasta gama deles. Há o chato deprimido, que quando o cumprimentamos, "ora viva, como vai?", o tipo arranja logo um pretexto e descarrega, nos mais ínfimos pormenores, toda a sua desgraçada vida. E um gajo aguenta ali, pobre coitado, a cumprir com a sua “boa educação”, ouvindo relatos e mais relatos deprimentes. Por mais que a gente concorde com ele, não há forma de o desopilar. Que fazer? Fugir para longe dali? Olhar para o relógio a cada minuto? Esperar que o telemóvel nos salve? Não adianta! É aguentar e aguentar.

Depois vem o chato feliz. Esse está sempre de bem com a vida, até parece que acorda a cumprimentar tudo e mais alguma coisa. É mais incomodativo de manhã e às segundas-feiras. Fala alto e não para. No resto é igual ao anterior, um super-cola 3. Ah, sim…! E não esquecer o chato que… bem, na realidade é mais uma característica das chatas. Dizia eu, não esquecer aquelas que têm a mania irritante de nos mexer em tudo enquanto exercem a chatice. É certo que todo chato procura fazer o mesmo, mas elas são incapazes de conversar sem encostar a mãozinha em nós a cada instante.

Mas o chato mais irritante da espécie, o que mais vontade dá em deixá-lo assim como um prato, chato, é aquele que pensa que é íntimo. O sujeito acredita mesmo que é o nosso amigo mais íntimo, que tem permissão total para fazer piadinhas e comentários que nem os nossos melhores amigos alguma vez teriam coragem e audácia de nos fazer. E não é que ele faz sempre aquilo que mais detestamos! Julga-se extremamente divertido e que é o centro das atenções. E não adianta nada mandar umas “indirectas”! O morcão vai achar que foi para toda a gente, menos para ele. A alternativa a considerar é atirar todo o stock de “directas” disponíveis, mas também nunca lhe acertam! Ele acaba de peito feito a agradecer a “boca” como se fosse um grande elogio. E que tal, deixar o gajo a falar sozinho? Talvez ignorá-lo seja a arma secreta? Quem sabe ele não desiste, não é? Pois é, queridos amigos... Chato que é chato nunca desiste. Qual pthirus púbis qual melga, agarra-se de tal forma à gente que infesta rapidamente. Depois de ser ignorado, de levar com uma dúzia de “bocas”, e mais não sei o quê, ainda acaba por nos conquistar e, sem nos dar conta, até acabamos por nos tornar seus amigos de infância.

Mas quem sabe, um dia, o anormal “vai mas é trabalhar oh…” dá-nos uma folga e parte para outra freguesia. E assim, livres e leves, acreditamos mesmo que a partir desse momento a nossa vida será mais tranquila. Mas não nos iludamos. Estão a ver, ali? Pois é... Outro chato!



14 comentários:

D.Antónia Ferreirinha disse...

AI MEU DEUS, CONFESSO NÃO TER PACIÊNCIA PARA ESSES TIPOS CHATOS.
:-)))))
Beijinho

Rafeiro Perfumado disse...

Espero que a imagem não seja alusiva a um outro tipo de chatos! ;)

Ka disse...

lá, ó faxabôre...


A essas criaturas que aí mencionas eu chamo simplesmente melgas!

E quando uma vai, vem logo outra a seguir :P

Beijinhossss e um excelente dia!

paulofski disse...

Paciência! Onde e quanto custa, diga-me lá Dona Antónia.

:) Beijinho

paulofski disse...

Neste caso não Rafeiro, até se compreende o entusiasmo do bobi.

Abraço

paulofski disse...

Ka, são melgas das melguentas mesmo e às vezes vêm em grupo. foooooge...

Beijiiiiinh...

Iveta disse...

Felizmente tambem se encontram alguns dos outros... os menos chatos, e embora mais raro, os interessantes.
"enquanto ha' vida ha' esperanca" e' o meu lema.
Nao sei como cheguei aqui, mas gostei, e espero conseguir voltar ;).
beijocas

liamaral disse...

Há tanta gente dessa por aí, infelizmente! E não se tocam! Nunca!
:) Beijinho

Por entre o luar disse...

BEIJINHO E SORRISo*

mariam disse...

"chiça"... também conheço...tipo "carraças"! já fiz coisa muito feia... estar a olhar para a pessoa, fazer um semisorriso...enquanto ela blablablabla... dizemos adeus, e não ter ouvido nada! mau mesmo! LOL
(depois, arrependo-me se calhar até estava mesmo era precisada de atenção...) enfim...

resto de boa semana
um sorriso :)

joana disse...

Chatos chega para la com eles,eu ca não tenho paciencia cruzes.
Beijinhos

mjf disse...

Olá!
Mas alguns chatos precisam mesmo é de alguem que os oiça ....Haja paciência
O cão da imagem é um fofo

Beijocas
Bom fim de semana

Safira disse...

Eu tenho chatos para a troca! Epá...isto assim n soa nada bem...reformulando: conheço chatos mesmo chatos e não me importava nada de os mandar de férias, e se alguém estiver interessado, aceito permuta. Pelo menos são chatos com algo novo com que me melgar.
Bjs

paulofski disse...

Olá Iveta, seja benvinda ao gabinete. Volte mais vezes. Beijocas de volta.

Não se tocam não Lili,
Beijinho
Um beijinho Luar.

É mesmo Mariam, mas tiveram o seu momento e já ficaram felizes. Beijinho.

Cruzes… canhoto! Beijinho Joana.

E nem custou nada coloca-lo naquela posição.
Beijocas mjf. Volta sempre.

Chatos usados, não muito obrigado. Também tenho uns de sobra.
Bjs