terça-feira, novembro 29

reposte [15] papel, massa, graveto, pilim, tusto, cacau, guito, carcanhol... aéreos!

Partilhar



Força do trabalho, meio usado na compra de bens e serviços. A vida depende sempre do dinheiro. Se andasse por aí a perguntar se o dinheiro traz felicidade, alguns diriam que sim, mas aposto que a larga maioria diria que não, claro que não! Como quase tudo na vida isso é muito relativo. Depende sempre da perspectiva que cada um tem, da forma de estar na vida e do que espera dela. Se a felicidade poderá estar em coisas abstractas como no amor e na amizade, na saúde e na família, naquilo que o dinheiro não deverá comprar, temos necessidades materiais que contribuem para a felicidade, bens que só o nosso velho amigo e sumido dinheirinho pode comprar, se o encontrarmos na carteira ou no extracto bancário, claro está! Eu procuro ter a minha felicidade centrada em algo abstracto, e muitos dirão o mesmo, mas dependeremos sempre do vil metal, tanto para subsistirmos como para garantirmos algum conforto e prazer, serve para alcançar algo que nos propiciará alguma felicidade ou a possibilidade em fazer outros felizes. A minha felicidade é também ver que posso oferecer alguma felicidade aos outros e o dinheiro, fruto do meu trabalho, ajuda-me, às vezes! Está a chegar o fim do ano. Saudemos então aquele que veio ao mundo só para nos salvar, o subsídio de Natal... Salve, salve... aleluia, salve...

- Pssst... Paulo, ó Paulo, então não sabes que o coelhinho foi com o subsídio de Natal e o palhaço num comboio ao circo.

Ah pois foi, já não há dinheiro para as bombokas!!! Olha, sejamos felizes à mesma.


4 comentários:

Kok disse...

Tens razão! Mas também é verdade (como tu mesmo referes e eu tantas vezes repito) que na vida tudo é relativo.
Não sei, e nunca saberei, se seria mais (ou menos) feliz se fosse rico!
Mas que gostava de saber... gostava!
Porque com pouco dinheiro (e até sem ele) já sei como é:
Tenho dias! (e noites também!)

Akele abraço, pah!

Rui da Bica disse...

Olha que há coisas ! ... :))
Como sabes tenho em curso um post sobre os vários nomes dados ao pão e estava preparado um outro sobre os muitos, muitos nomes dados ao dinheiro ! :)))
rrsssss
Quanto ao tema Dinheiro vs, Felicidade, definitivamente, não !
Poderá trazer outras coisas, mas verdadeira felicidade, não. Quantas vezes, antes pelo contrário e estatísticas comprovam-no !
.

Teté disse...

Claro que felicidade, só por si, só a trará ao Tio Patinhas! Mas que a falta dele acarreta mais preocupações, como a de pagar todos os bens e serviços necessários para a nossa subsistência do dia a dia, lá isso... ;)

Não será à conta desse coelho e do assalto que fez às contas de todos nós que o Natal será mais triste, porque o espírito natalício não depende disso. Haverá menos iguarias na mesa e menos prendas no sapatinho, mas a consoada junto da família há de compensar! :D

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Como dizia o outro, o dinheiro não traz a felicidade, mas ajuda muito...