terça-feira, dezembro 21

"os medrosos anónimos"

Partilhar

“Teatrando” é um projecto do Centro de Educação e Terapia (CRIAR) de teatro e expressão dramática para adolescentes e jovens adultos que pretendem associar ao seu desenvolvimento e autonomia, uma formação e orientação na realização das suas actividades comuns. Este grupo de jovens conta já com quatro peças originais, apresentadas no Pequeno Auditório do Teatro Municipal Rivoli: "Conflitos", "Auto da Barca da Escola" e "Comunicando".

“Toda a gente tem os seus medos, são uma emoção central na nossa vida! Alguns são medos racionais e protegem-nos, outros irracionais e não sabemos lidar com eles...” Este foi o mote da reflexão que, perante muitos convidados, o Teatrando levou, ontem à noite, à cena na peça “Os Medrosos Anónimos”... Tem gente que tem medo de trovão e andar de avião. Outros temem os bichos e a escuridão. A criança tem medo do polícia e a velhinha do ladrão. E tu, de que tens medo? Eu, eu tenho medo de injecção. "Oh, pá, quem tem cu tem medo!..." ou "Quem tem medo compra um cão!..." Quando o medo começa a atrapalhar as nossas vidas, a solução (quase sempre é simples na teoria mas difícil na prática) é levantar a cabeça e compartilhar. É importante descobrir que outros sentem os mesmos temores e saber como enfrentar os seus medos.


Procurar através da arte dramática, da criatividade e convivência destes jovens, no desenvolvimento das suas necessidades e potencialidades, foi a forma que Teresa “Tecas” Madureira, encontrou para os orientar como protagonistas de um desafio que é representar. No grupo “Teatrando” simplesmente não existem diferenças, todos são estimulados a identificar as suas capacidades, a encarar os obstáculos e vencer os desafios que a vida e a sociedade lhes impõe. Juntos eles aprenderam a compreender o outro, convivendo com as suas personalidades de uma forma harmoniosa. Trabalham os aspectos da socialização, da cognição, o falar sobre as experiências do seu quotidiano, hoje eles conseguem ver que são especiais e bem mais capazes do que se viam antes. No palco passaram a ver a vida com outros olhos.

Elenco:
Afonso Carvalho
Andreia Cunha
Beatriz Valente
Daniela Viana
Maria João Silva
Pedro Sousa
Rafael Almeida
Tomás Babayans
... mais o Hugo que entrou de improviso. Os meus aplausos a todos, especialmente ao Rafa.


7 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Nunca vou perceber essa de comprar um cão para combater o medo. Há cães que são uns caguinchas de primeira!

Abraço, bom Natal para ti e respecitva famelga!

Safira disse...

Ainda bem que vão existindo estas iniciativas, muitas vezes a expensas das pessoas que as integram, para dar voz a todas as diferenças. Estão todos de parabéns, companhia e actores. E o público, que os apoia e se comove com a sua subida ao palco. Eu não vi, mas nem preciso. Senti o teu post como se lá tivesse estado.
Beijinho

Teté disse...

E papá babado é quem??? Paulofski, pois está claro! :)))

Dito isto, faz sempre bem aos jovens integrarem-se nestes projectos, para aprenderem a interagir em grupo e a ultrapassar algumas dificuldades, quiçá até medos ou receios... :D

Rui da Bica disse...

Então também já passaram os "medos" aos pais "paulofskis" que tinham os respectivos filhos/as a representar ! :))
É sempre um ansiedade inquientante o nosso receio de que alguma coisa não corra bem aos nossos ! :))
Para os adolescentes e jovens adultos é sempre uma actividade muito interessante e que muito os valoriza !
.

Nanny disse...

Yap... quem tem cu tem medo :-))

Parece-me um projecto bem interessante e a dar frutos, continuem!

Beijocas e Boas Festinhas... ;-)

Altamirando Macedo disse...

Mesmo sem comentários, estou sempre por aqui. Desta vez para te desejar um feliz Natal e um próspero 2012.
Abraços.

Kok disse...

Quanta cultura nos falta,
quanta cultura nos é negada...

Desde que o lucro se sobrepôs ao pensamento nada ficou como dantes!

Akele abraço pah!