domingo, novembro 21

ai os calores!

Partilhar


Anda por aí meio mundo (ou quase) preocupado com o impacto e as consequências do aquecimento global, a crise financeira e os calores da Beyoncé, e logo aparece mais uma vaga para acalorar o futuro da humanidade. Já não é novidade, mas segundo este recente estudo coordenado pelo urologista Yelim Sheynkin, da Universidade de Nova Iorque, e publicado na revista “Fertility and Sterility”, os homens poderão estar a comprometer a sua fertilidade. Hoje em dia, milhões e milhões de homens usam computadores portáteis, especialmente na faixa etária mais propensa à reprodução e, devido ao menor volume e peso da máquina, torna-se muito natural que os utilizem nos mais diversos locais e utilizações, colocando-os assim ao colo. O referido estudo alerta a população masculina para os perigos que o calor libertado pelo computador pode provocar nos testículos. Mas afinal o que explica esta preocupação na relação directa entre o aquecimento do equipamento electrónico e o tomatal? Os investigadores utilizaram termómetros para medir a temperatura dos escrotos de 29 jovens que tinham portáteis apoiados nos joelhos. Verificaram que, depois de apenas dez ou 15 minutos de utilização, pode-se atingir uma temperatura insegura para a produção de espermatozóides, e que, mesmo com um suporte sob o computador, havia um rápido sobreaquecimento, ainda que os utilizadores não se apercebessem. Ao fim de uma hora a utilizar o portátil no colo, a temperatura nos testículos aumentou 2,5 graus. Segundo investigações anteriores o aquecimento do escroto em mais de um grau é suficiente para danificar os espermatozóides.

Cá pra mim, se um tipo passa muito tempo com o portátil no colo, a fertilidade será o menor dos seus problemas. O problema talvez seja ter ou não ter uma companheira para fertilizar! Por outro lado, que o portátil no colo talvez não seja muito aconselhável à fertilidade masculina, concordo, mas convém lembrar que também atrapalha um pouco quando ela quer ficar por cima!


Bem, acho que vou sair e arejar.


7 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Ainda bem que quem utiliza o portátil é a jove. Mas qualquer dia surge um estudo a dizer que as radiações do portátil faz crescer, vais ver!

Abraço!

Gi disse...

Cá para mim são estudos feitos pelos vendedores de aquecedores, radiadores ... e outros esquentadores.;)

Carla Farinazzi disse...

Olá, cheguei aqui graças à dica do Carlos, do excelente Crônicas do Rochedo, e adorei seus textos. O texto sobre a Generosa me tocou muito, quanta gente não está na situação dela?
Infelizmente, a busca pelo emprego é uma das maiores dores da humanidade nos dias de hoje.
Parabéns pelo blog

Carla

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ao ler o teu post, lembrei-me de um oputro estudo, divulgado há dias, que dizia que as portuguesas não sabem engravidar. Pudera! Com um computador ao colo dos homens, não deve ser fácil...

Teté disse...

Não me digas que já não vou ser avó... :)))

Kok disse...

Este teu post excita-me a imaginaçõn.
1-como é que se tira a temperatura a um testículo?
2-quem o faz? é preciso ser especializado em temperaturas?
3-o acto de verificar essa temperatura poderá aumentá-la (refiro-me à temperatura).
4-será lícito pensar que um gajo já não pode estar à lareira de perna aberta?
5-E se estiver? poderá pedir a uma vizinha para lhe ver a temperatura?

Bem, vou ficar por aqui; já estou a ficar com calor e não tenho a certeza de ser do portátil (que não tenho).

1 abraço pah!

FM disse...

Bom "arejo"! (risos)
Abraço.