terça-feira, janeiro 13

o mundo ao contrário

Partilhar

Começaram por se chamar "Delirium Tremens". Foi no verão de 1978, Kalú, Paulo Borges e Zé Leonel juntaram-se num único ensaio. Depois, ainda em 1978, adoptaram o nome “Beijinhos & Parabéns” mas não chegaram a apresentar-se publicamente. A 13 de Janeiro de 1979 estrearam-se ao vivo já com o nome de “Xutos e Pontapés Rock’n’Roll Band”, aquando da comemoração dos "25 anos do Rock and Roll" na sala dos Alunos de Apolo. Tiveram direito a seis minutos para tocar quatro músicas. Tim (voz e baixo), Francis (guitarra), Zé Pedro (guitarra) e Kalú (bateria) foram os elementos da formação inicial do grupo após a saída do vocalista Zé Leonel.

Através de António Sérgio e da editora Rotação gravam os seus dois primeiros singles. E em Abril de 1982 entraram em estúdio para registar o disco "1978-1982" que compila a produção acumulada durante os primeiros quatro anos do grupo.

Inicialmente conotados com o punk, os Xutos tornaram-se uma das bandas mais aclamadas nos circuitos mais alternativos. Três dos temas da banda, "Avé Maria", "Mãe" e "Sémen", são proibidos na Rádio Renascença e é pedido na Rádio Comercial para não ser passado o tema "Mãe".

Com uma larga carreira, os Xutos e Pontapés apresentam-se, na cena musical portuguesa, como um verdadeiro fenómeno de resistência. Num meio onde o sucesso, muitas vezes, é fugaz, os Xutos souberam renovar-se ao longo dos anos, mantendo, no entanto, a mesma atitude combativa e entusiasta do primeiro dia, tendo alargado substancialmente o número de fãs. Cruzaram gerações, conquistando, com a sua música, “pais e filhos”. E o resto, são 30 anos de muita música à sua maneira.

Hoje só se fala de uma outra "cultura", outros chutos e pontapés que se dão a uma bola. Este mundo anda mesmo ao contrário!





14 comentários:

Vekiki disse...

Tens RAZÃO!!!! Grandes Xutos :)
Grandiosos Xutos :)
Fazem 30 anos de carreira e são maravilhosos, cada dia, cada música, cada texto.
Obrigada por esta música matinal!

Gi disse...

Se eles não existissem, o mundo ainda mais de pernas pr'ó ar seria;

Si disse...

Conheci-os na década de 80, quando o gosto musical de adolescente oscilava entre extremos tão extremos como os AC/DC e os Bee Gees. Agora, até a minha filha adora a música deles.
Meu Deus...estou mesmo velha, canudo... já passaram 30 anos??

DANTE disse...

Confesso que não sou grande fã da banda mas lá que merecem todo o mérito merecem!
E a propósito , já viste o filme que aparece neste video dos xutos?
O 'Sorte Nula' é muito bom!

Um abraço

Rafeiro Perfumado disse...

Uma banda de culto, sem dúvida. Já assisti a vários concertos deles e é incrível como continuam a ter gozo em tocar e cantar.

Abraço!

liamaral disse...

Não sou fanática mas reconheço-lhes todo o mérito!
:) Parabéns!

ines disse...

129 letras, é fantástico!

(http://letras.terra.com.br/xutos-e-pontapes/)

Patti disse...

Grandes Xutos, ainda me lembro quando apareceram, vestidos de cabedal e cheios de correntes com CADEADOS!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Desconhecia por completo os antecedentes dos Xutos ( não estava sequer em Portugal nessa altura). Ainda bem que ficaram Xutos. FOREVER!

LeniB disse...

São mesmo uns resistentes!!
bjs

Safira disse...

Nunca os vi ao vivo, é imperdoável. O 'homem do leme' é a minha perdição.
Bjs

Paula Crespo disse...

São um caso de sucesso e absolutamente transversais! Quase diria que são para o avô e para o neto! ;)
Bjs

Pedro Barata disse...

Marcam sem dúvida a história do panorama musical português e, aqueles que em miudos cantavam "a minha casinha" como eu, sabem o que quero dizer.
Um abraço

sticker disse...

Read your article, if I just would say: very good, it is somewhat insufficient, but I am still tempted to say: really good!
runescape gold