segunda-feira, dezembro 1

aos nossos pais

Partilhar



Do amor, do “sim”, do trabalho, dedicação de uma vida plena de alegrias, agradecemos aos nossos queridos pais. À nossa vida e à forma como nos ensinaram a vivê-la, com sabedoria e dignidade, nos indicaram sempre o melhor caminho, com afecto e intuição, para que o descobríssemos sem medos e confiantes, se doaram inteiros e nos incluíram nos seus sonhos, para que também pudéssemos realizar os nossos. Vos amamos!
Paulo e Tó

11 comentários:

Vekiki disse...

Lindo! Adorei a animação, a criação das personagens e o seu crescimento. Adorei a casinha "torta" e o fumo a sair pela chaminé, próprio de uma casa onde se vive.
Adorei a homenagem aos Vossos Pais :-).

Patti disse...

Bonito post para todos os pais, que acabamos por ser nós também.
Bjs
:D

Dunas disse...

Lindo! O privilégio de ter pais assim faz nos querer ser igual para os nossos filhos.
beijo grande.

Rafeiro Perfumado disse...

Os meus verdadeiros e únicos heróis, agora e sempre.

Um abraço, Paulofski.

Safira disse...

Uma lindíssima homenagem.
Beijinho

Pedro Barata disse...

Uma bela homenagem. Parabéns aos teus pais e aos filhos pelo reconhecimento e sentimento que demonstram!

Um abraço

KNOPPIX disse...

Simplesmente mágico, parabéns pela bonita forma que encontraram de homenagear aqueles que um dia, por amor, abraçaram a causa maior de serem pais :)))))

Boa semana, caro amigo.

mjf disse...

Olá!
Esperemos que os nossos filhos um dia nos façam uma homenagem tão linda ;=)

Beijocas

Tó (Mano) disse...

Qunado tive o meu primeiro filho, senti que naquela altura tinha relamente algo que era meu. Tudo o resto que temos na vida pode ser efémere e de um momento para o outro deixa de nos pertencer...continua a pensar assim quando nasceu o David...espero que todo o amor, e carinho que lhes dou seja recompensado sempre, mesmo quando tiverem saido do "ninho".
Tu és o exemplo de um filho que sabe dar o valor aos teus pais. Abraço

Tó (Mano) disse...

Qunado tive o meu primeiro filho, senti que naquela altura tinha relamente algo que era meu. Tudo o resto que temos na vida pode ser efémere e de um momento para o outro deixa de nos pertencer...continua a pensar assim quando nasceu o David...espero que todo o amor, e carinho que lhes dou seja recompensado sempre, mesmo quando tiverem saido do "ninho".
Tu és o exemplo de um filho que sabe dar o valor aos teus pais. Abraço

Ka disse...

Belíssima homenagem fazes aos teus pais! E com toda a certeza justíssima, quanto mais não seja pelo trabalho que fizeram contigo. És um excelente ser humano.

beijinho