sexta-feira, novembro 28

papel, massa, graveto, pilim, tusto, cacau, guito, carcanhol... aéreos!

Partilhar

Força do trabalho, meio usado na compra de bens e serviços. A vida depende sempre do dinheiro. Se andasse por aí a perguntar se o dinheiro traz felicidade, alguns diriam que sim, mas aposto que a larga maioria diria que não, claro que não! Como quase tudo na vida isso é muito relativo. Depende sempre da perspectiva que cada um tem, da forma de estar na vida e do que espera dela. Se a felicidade poderá estar em coisas abstractas como no amor e na amizade, na saúde e na família, naquilo que o dinheiro não deverá comprar, temos necessidades materiais que contribuem para a felicidade, bens que só o nosso velho amigo e sumido dinheirinho pode comprar, se o encontrarmos na carteira ou no extracto bancário, claro está! Eu procuro ter a minha felicidade centrada em algo abstracto, e muitos dirão o mesmo, mas dependeremos sempre do vil metal, tanto para subsistirmos como para garantirmos algum conforto e prazer, serve para alcançar algo que nos propiciará alguma felicidade ou a possibilidade em fazer outros felizes. A minha felicidade é também ver que posso oferecer alguma felicidade aos outros e o dinheiro, fruto do meu trabalho, ajuda-me, às vezes! Está a chegar o fim do ano. Saudemos então aquele que veio ao mundo só para nos salvar, o subsídio de Natal... Salve, salve... aleluia, salve!

Poupem-no e sejam felizes!



Jason Mraz - I'm Yours



12 comentários:

Patti disse...

Não traz a felicidade total e plena, isso não. Mas ajuda muito, ai isso ajuda!
O problema está em quem o tem em demasia, se deixar levar por ele e colocar nele a base da sua existência e se equecer do resto, do lado humano e emocional da vida.

Bom fim-de-semana.
:D

DANTE disse...

O dinheiro para mim não é um problema...é tão pouco que nem chega a sê-lo! ;D

Um abraço

Ka disse...

lá, ó faxabôre...


O dinheiro não é problema para mim...é só mesmo a falta dele :D


Beijinhos

ps - com que entãi dérias na próxima semana? Ele há gente com sorte!!!!

paulofski disse...

Ora nem mais Patti, a esses eu não dou troco :P

Beijo e bom fim-de-semana.

paulofski disse...

DANTE, estamos de acordo tanto em espécie como em numerário!

Abraço

paulofski disse...

Ka, estamos de acordo tanto em espécie como em numerário!

Ah... psé! Uma semaninha a curtir o subsídio :P

Beijinhos

Gi disse...

É por isso que as próximas duas semanas são mais curtas ... para se poder gastar mais à vontade.

Pedro Barata disse...

É importante, claro. Não trazes arroz do supermercado só por dares um sorriso. Mas está longe de ser o mais importante na vida. Pelo menos, para mim!

Um abraço

mariam disse...

Paulo,
pois é "amor e uma cabana" não existe... €€€ são mesmo precisos!
pois o meu 13º já quase foi! LOL
finais de Novembro/Dezembro ... seguros... oficina... grrrr :(
e...época Natalícia, compro presentes, claro, mas cada vez estou mais anti-compras "tipo"* ...

no fim-de-semana volto aqui p'ra ler os infra, com mais tempo

um abraço e um sorriso :)
mariam

*os já são quase instituição!e que quem os recebe faz assim um sorriso amarelito seguido de um trejeito LOL

Rafeiro Perfumado disse...

Mas a melhor prenda que ainda se consegue dar é um beijo ou um abraço sincero. No dia que assim não for, tudo estará perdido.

Abraço, have a nice weekend!

mjf disse...

Olá!
Acho que a crise é só para alguns...acabei de chegar do "Colombo"...e é impossível alguem movimentar-se lá dentro!!!
Credo ;=(
Dentro de um dia...já ninguem sabe do tal subsidio de Natal...

Beijocas
Bom fim de semana

Gata Verde disse...

A amizade é a nossa maior riqueza!

Um grande beijo de fds