segunda-feira, outubro 3

ai este calor

Partilhar

Quem me dera estar neste momento na garupa da bicla a pedalar sem rumo. Ou então na minha praia, onde o calor nunca é demais e faz sempre vento, espojado na areia a tostar a pele. Até que sabe bem este calor outonal, este dia luminoso que faz lá fora. Faz-nos andar colados às calças de ganga, desesperar por tirar mais roupa na esperança de refrescar, mas a verdade é que o calor faz dores de cabeça e ofereceu-me um pingo no nariz à pala de uma corrente de ar e deste solinho!!! Boa semana.


3 comentários:

Teté disse...

A tua amiga ciclista sempre arranjou uma maneira de "ventilar"... :)))

As melhoras para o pingo no nariz! :D

Kok disse...

Meu caro amigo, se já estavas com calor acredito que com mais calor ficaste olhando para a companheira de percurso velocipédico.
Eu, vou beber uma bjeka já que a temperatura por estas bandas aumentou subitamente!

Akele abraço, pah!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

As tuas melhoras, Paulo. Será que a menina faz parte da cura?