quarta-feira, julho 28

o efeito estufa

Partilhar



O alerta é vermelho vivo e o risco de incêndio está activo para 11 distritos do país. As regiões centro e norte de Portugal são as mais atingidas pelos incêndios, que em alguns casos lavram desde o último Sábado. As altas temperaturas e o tempo seco fazem com que as chamas se propaguem, dificultando os trabalhos de milhares de bombeiros que combatem os incêndios.

Cá dentro, no gabinete, não se nota nada mas consta que hoje o dia está mais fresco! E quando me disseram como estava o panorama lá fora até me custou a acreditar. O céu está cinzento, escuro, parece nevoeiro e o sol está escondido. Muito fumaça cobre a cidade e o ar, também mais húmido, está quase irrespirável.

As autoridades não querem para já determinar as causas destes incêndios mas alertam para os cuidados a ter pela população, no sentido de prevenir os acidentes. “Não fazer fogo de qualquer espécie, não fumar, não fazer queimadas, não lançar foguetes”. Todos nós sabemos que a floresta só com o calor não arde e que muitos destes incêndios não só causados por causas naturais e acidentais. A mão criminosa, o fogo posto, aliada às condições meteorológicas e falta de limpeza das matas, continua a ser a maior causa para os incêndios. Os meios de combate aéreo continuam a ser escassos, as corporações de bombeiros estão mal equipadas, proliferam as lixeiras de entulho a céu aberto cheias de vidros e materiais inflamáveis e a falta de civismo são as principais razões para que todos os anos o nosso país tenha que se confrontar com este flagelo.



Aos nossos bravos soldados da paz muita força e coragem.


5 comentários:

Dylan disse...

força, coragem e disponibilidade, muitos deles deixando a sua vida profissional em prol de uma causa humanitária.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Só acrescentava uma coisa , Paulo. É urgente uma nova legislação sobre os baldios.

Kok disse...

Há profissões que não têm preço, apesar do seu valor e do valor dos que nela trabalham.
E não poucas são as vezes que nem apreço têm por parte de quem deve.
É verdade que não é só em Portugal que há incêndios durante o verão.
Será que não há nenhum processo de evitar esta calamidade?

Akele abraço, pah!

Teté disse...

Pois, também acho que se devia mudar a legislação: penas pesadas de prisão, para todos os criminosos que ateiam esses fogos...

Sandra. disse...

Ainda ontem estivemos a conversar sobre isso aqui em casa, eu cá tenho quase a certeza q é mão criminosa.

Há uns anos havia a teoria dos empresários de construção civil q tentavam comprar terrenos onde pretendiam construir algo e viam essas compras negadas pq "akele espaço era reserva natural" bai daí q pimba, se n fica comigo n fika com mais ninguem. E etc e tali né?

Deixo o meu abraço aos Homens e Mulheres q combatem este flagelo :)

besuuuuuuuuuuuuuuuus