quinta-feira, outubro 8

desafogadas

Partilhar



Nem sei porque o Homem insiste em olhar para o céu, partir pelo desconhecido em direcção às estrelas, quando na verdade lhe bastava mergulhar nesse misteriosa dimensão, espaço sideral de objectos perdidos e mundos paralelos que é a mala de senhora!

A “bagagem de mão” é mais ou menos como a constelação de Cassiopeia. Vendo-a na imensidão espacial nem se dá muito por ela. Mas lá dentro tem um universo infinito em expansão, fazendo até o Carl Sagan reencarnar de tanta curiosidade.

O homem pode sair de casa para o trabalho, ir ter com uns amigos, até embarcar num avião e viajar para o Japão, que está pronto: porta-chaves, carteira, telemóvel. Confere. A mulher não! A mulher tem uma malinha, de mão ou a tiracolo: carteira, de documentos, carteira de notas, porta-moedas, porta-cartões de crédito, de débito, de loja, de visita, fotos 3/4 dos filhos, do marido, um telemóvel, outro telemóvel, lixa das unhas, pinça, pente grande, escova do cabelo, talões de cheque, batom (vários fins), rimmel, lápis (várias cores), espelho, amostras de perfume, aspirina, comprimidos para qualquer emergência, toalhetes, fio dental, chicletes, centenas de talões de compras que jura guardar para depois conferir mas, no dia seguinte, sempre aparecem mais, tipo geração espontânea, creme hidratante, e fico-me por este, mola de cabelo, óculos de sol, por ventura outros óculos, lenços de papel, pen-drive, agenda, bloco de notas, canetas, três saquinhos de adoçante, dois de açúcar (que felizmente ainda não romperam), lista de compras para o supermercado, talão do vestido que ficou na lavandaria, agulha, dedal, linha, alfinete (artigos opcionais que podem dar muito jeito), chaveiro com as chaves de casa, do escritório e da casa da mãe, controle remoto da garagem, chave do carro. Será que me faltou alguma coisa?





10 comentários:

Gi disse...

Claro que faltou: na minha mala há chocolatinas, envelopes de análisecs e relatórios médicos, carregador de telemóvel e muita, muita outra coisa. :)

Patti disse...

Primeiros: a minha carteira é antti-cliché, pois é organizadíssima!

Segundos: nunca percebi porque as pessoas hesitam e pensam sempre muito quando lhes fazem a pergunta: o que escolherias de levar para uma ilha deserta.
É tão óbvio: uma carteira de mulher, de certeza que se arranjava lá no fundo um pneumático, um barquinho à vela ou até um simples petroleiro!

Susana disse...

Na minha mala só falta a tralha "toda" que o teu irmão insiste em lá pôr.
Eu até entendo como é simples vocês andarem tão leves; é que o que a Mulher não carrega, está perdido no Carro.

PB disse...

Apesar de serem assim, são a melhor coisa do mundo... ou uma das melhores! ahahahahahah
Muito bom post, essa comparação do primeiro parágrafo está bestial!

Abraço

Teté disse...

Bom, não tenho tudo isso, mas normalmente tenho outras coisas, incluindo uma máquina fotográfica...

Um dia destes o meu filho perguntou-me, na rua, se por acaso não tinha um palito, em tom de gozo. E lá saquei de um!!! :)))

Fiquei fascinada com o clip!

Beijocas!

CPrice disse...

..os homens podem dar-se ao luxo de assim viajar, de facto, porque o que é realmente necessário vai na mala da mulher.

;)

(tá giro o retrato)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O mais engraçado é que depois nunca encontram nada. Algumas disfarçam, dizendo: tenho de comprar uma carteira nova. Obviamente maior do que a anterior, para perderem as coisa lá dentro com mais facilidade.

Si disse...

Credo!!
Na minha carteira não há nada disso!
Se tenho o cabelo curto, para que preciso eu de molas??

Lua disse...

Ah ah ah..Que engraçadinho!!!

Mas por menos assim, sempre que queremos alguma coisa...já está ali á mão...=P

E se a moda são as malas XL...Temos mesmo,é que lhe dar utilidade...;)

PS: Diz-se lima para as unhas...=P

Kok disse...

Tanto quanto sei a Direcção de Turismo está em vias de iniciar um curso para GUIAS TURISTICOS focalisados unicamente para as malas de senhoras.
Porque nelas já se perderam alguns maridos e amantes...

Abraço, pah!